O primeiro avião do mundo – feito e movido a cânhamo – é 10 vezes mais forte que o aço

Hempearth, a empresa canadiana de cannabis, projetou o primeiro avião do mundo feito e movido a cânhamo – o membro não psicoativo da família da cannabis 10 vezes mais forte do que o aço. Curiosamente, tudo, desde os assentos, as asas, as paredes planas e até as almofadas são feitas de maconha. O avião, com envergadura de 36 pés, pode acomodar um piloto e quatro passageiros.

O que mais? Funciona com óleo 100% de cânhamo! O cânhamo é mais leve do que os materiais aeroespaciais tradicionais (como alumínio e fibra de vidro) e, portanto, requer muito menos combustível para atingir grandes altitudes. Mais importante ainda, o cânhamo não é tóxico, é sustentável, requer muito menos água e terra para crescer do que o algodão e, em comparação com o aço ou fibra de carbono, quase não tem impacto ambiental.

O CEO da Hempearth, Derek Kesek, disse: “Este projeto de avião é a nossa primeiro experiência com cânhamo industrial e planeamos explorar muitos outros usos. Assim que estabelecermos os testes estruturais e as informações deste projeto, iremos aplicá-los a outras formas de construção. Este é o tipo de futuro que todos queremos aqui na Terra. O céu pode não ser o limite. ”

Hempearth também está a desenvolver compósitos de cânhamo em Montreal, que poderiam substituir toda a fibra de vidro na aviação e em outras indústrias – como a construção. Recentemente, recusou a Dupont, pois “não assinam e nunca irão assinar ou trabalhar com empresas fascistas associadas a militares, The Rockefellers, The Rothchilds e / ou Complexo Industrial Militar“. “Eu construo coisas organicamente e faço uma coisa de cada vez”, acrescenta Kesek. “Richard Branson é minha maior inspiração porque está mostrando que não é mais business as usual: se quer algo, vá buscá-lo.” Quando o primeiro avião de cânhamo for concluído, seu primeiro vôo será realizado no The Wright Brother’s Memorial em Kitty Hawk na Carolina do Norte – o berço da aviação.

Fonte: Captain Planet

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.

%d bloggers like this: